Prestadores De Serviços Precisam De Alvará De Funcionamento?

prestadores de serviços

Compartilhe nas redes!

Prestadores de serviço precisam de um alvará de funcionamento para seus negócios ou é uma burocracia dispensável?

Os prestadores de serviços conseguiram que a regularização de suas atividades fosse facilitada, contudo, muitas dúvidas ainda persistem, e hoje vamos falar se é necessário — ou não — possuir um alvará de funcionamento para operar 100% na legalidade

Para atuar na legalidade e, consequentemente, evitar problemas de qualquer natureza com a fiscalização, é necessário muito conhecimento sobre empresas e a lei e, por vezes, mesmo com isso, podem ocorrer falhas.

Afinal de contas, mesmo que você seja um prestador de serviços autônomo, não é tudo que pode ser feito sozinho e pelas suas próprias mãos, e se você está aqui, sabe que ser “um exército de uma pessoa só” é um mito que pode, sim, levar qualquer empreendimento próspero à falência.

Portanto, o primeiro passo para não ficar à mercê da fiscalização é buscar conhecimento — que é exatamente o que você está fazendo agora — e, em seguida, agir de forma estratégica para garantir que o seu empreendimento tenha uma longa vida no mercado.

Então, hoje vamos falar sobre uma dúvida frequente dos prestadores de serviço: é necessário possuir alvará de funcionamento para operar legalmente ou essa documentação pode ser dispensada?

Para saber mais, fique com a gente até o final deste artigo e descubra por si mesmo!

Boa leitura!

O que é o alvará de funcionamento?

Antes de mais nada, o alvará de funcionamento é um documento geralmente exigido logo na abertura de empresa, e sua função pode ser resumida como uma permissão legal para que a sua empresa opere.

De fato, para que uma empresa funcione, de acordo com a lei, ela precisa do alvará de funcionamento para comprovar que suas atividades estão de acordo com normas e leis de diversos níveis governamentais (municipal, estadual e federal) e seguem determinações de segurança do Corpo de Bombeiros.

Prestadores de serviços precisam de um alvará de funcionamento?

Prestadores de serviço possuem algumas “vantagens” quando o assunto é burocracia, principalmente se comparados a outros modelos de empresas, como a indústria, por exemplo, contudo, ainda não são dispensados completamente de todas as documentações.

Tendo isso em vista, o alvará de funcionamento é obrigatório para a regularidade das atividades dos prestadores de serviço.

E o MEI precisa de alvará de funcionamento?

Antes de finalizarmos, é necessário falarmos sobre os Microempreendedores Individuais (ou mais comumente falados, os MEI).

De fato, existem diversas diferenças quando as suas atividades se enquadram no MEI, e uma delas é o alvará de funcionamento.

Portanto, se você for MEI, saiba que o Comitê para Gestão da Rede Nacional desobrigou em setembro de 2020 essa categoria de empreendedores a apresentarem o documento antes de iniciarem as atividades, portanto, é uma burocracia a menos para se preocupar!

Por fim, se você é um prestador de serviços, sabe que tudo pode mudar rapidamente em relação ao que deve-se ou não apresentar para permanecer em regularidade com o Fisco e, infelizmente, é notável que as leis e as particularidades de cada atividade são inúmeras.

Por isso, se precisar de ajuda para manter-se no mercado a longo prazo e garantir que o Fisco será um problema a menos no seu caminho, fale com um de nossos especialistas agora mesmo!

Basta clicar no botão verde que aparece no canto inferior direito da sua tela e um profissional entrará em contato o quanto antes!

Classifique nosso post

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

prazo para emitir nota fiscal

Tem prazo para emitir nota fiscal?

Não há prazo para emitir nota fiscal, ao menos não está definido na lei fiscal vigente. No entanto, o consumidor tem direito a solicitá-la dentro do prazo de cinco anos. E apesar de não haver prazo determinado em lei para

Certidão de regularidade fiscal

Como emitir a Certidão de Regularidade Fiscal?

Para emitir a Certidão de Regularidade Fiscal não pode haver nenhuma pendência relativa aos tributos federais e à Dívida Ativa da União em nome do contribuinte. Todavia, quando há irregularidades, o prazo para conseguir emitir a CND pode levar até

Certidão Negativa de Débitos

O que é Certidão Negativa de Débitos?

A Certidão Negativa de Débitos – CND é o documento que comprova a regularidade fiscal perante a Fazenda Nacional para quaisquer fins. Tal certidão é expedida por órgãos fiscalizadores e de forma conjunta pela Secretaria Especial da Receita Federal do

livros contábeis

Quais são os principais tipos de livros contábeis?

Os principais tipos de livros contábeis variam de empresa para empresa, visto que a escrituração contábil e fiscal de cada uma está condicionada ao seu regime tributário. No entanto, alguns livros contábeis são comuns a todas as pessoas jurídicas, como

ecd

O que é ECD?

A ECD – Escrituração Contábil Digital é a versão digital da escrituração contábil, uma vez que faz parte do Sistema Público de Escrituração Digital – SPED. Sendo o SPED um projeto do governo que tem por objetivo promover a substituição

Recomendado só para você
O que é o ICMS e por que você precisa…
Quer trocar de contador?