Prestadores de serviço precisam realizar um planejamento tributário?

Prestadores de serviço precisam realizar um planejamento tributário

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

É normal querer eliminar o maior número possível de burocracias do dia a dia do seu trabalho — afinal, quem quer mais complicações? —, mas será que o planejamento tributário é um procedimento que pode ser retirado da sua lista?

Prestadores de serviço possuem autonomia em seus negócios, ainda mais quando não há necessidade de terceiros e o trabalho é inteiramente feito por uma única pessoa, a autossuficiência é um grande marco no dia a dia.

Contudo, não é por ser um empreendimento solo que as obrigações legais podem ser deixadas de lado, muito pelo contrário, para facilitar a vida dos prestadores de serviço, a legislação se adaptou às novas formas de trabalho tanto para regularizar os negócios como, também, para eliminar diversas das burocracias que empresas de grande porte enfrentam.

Tendo isso em vista, ter o negócio regular perante o Fisco não é uma opção e, sim, uma obrigação de cada prestador de serviço, mesmo que ela tenha sido facilitada, não pode ser deixada de lado pois os riscos são enormes!

Mas, dentre tantos documentos e papéis a serem gerados, emitidos e entregues, um ainda deixa vários empreendedores com a “pulga atrás da orelha”: o planejamento tributário. Ele é realmente necessário? É possível deixar ele de lado para priorizar outras atividades do seu negócio?

Para sanar essas dúvidas, fique conosco até o final deste artigo e confira o nosso conteúdo!

Boa leitura!

O que é o planejamento tributário?

Antes de mais nada, o planejamento tributário se refere à análise do seu negócio e suas circunstâncias para, então, definir o melhor regime tributário a ser adotado pelo seu negócio.

A depender da atividade exercida, algumas portas podem se abrir, outras se fechar, e tudo pode variar, acumulando ou eliminando burocracias do seu caminho para, finalmente, operar na legalidade.

Os prestadores de serviço precisam fazer o planejamento tributário?

Como citado, o planejamento tributário é uma obrigatoriedade e, também, é algo desenvolvido por um contador, sendo assim, prestadores de serviço são obrigados também a apresentá-lo?

Sim, a resposta ainda é afirmativa perante à obrigatoriedade. Além de indicar as melhores condições às quais o seu negócio pode operar, minimizando imposto e taxas, é crucial para a manutenção da regularidade perante o Fisco, que pode localizar e penalizar até a menor das infrações.

Fazer ou não o planejamento tributário mais de uma vez: eis a questão!

Outra questão dos prestadores de serviço é a necessidade ou não de realizar o planejamento tributário mais de uma vez e, de fato, é extremamente interessante fazê-lo mais de uma vez, ainda mais quando o seu negócio está tendo sucesso.

Pois, com o sucesso, vêm questões que antes não existiam e, com isso, a realidade do seu empreendimento muda, e as condições que antes te favoreciam podem, agora, impedir ou desacelerar o seu crescimento, isso se não estiverem colocando o seu negócio na irregularidade.

Sendo assim, é recomendado realizar o procedimento periodicamente, para ter certeza de que a melhor decisão foi tomada e, com isso, o seu negócio vá de vento em popa.

Portanto, se estiver pensando em realizar esse processo para os seus negócios, entre em contato com a gente! 

Basta clicar no botão verde que aparece no canto inferior direito da sua tela e falar com um especialista contábil em prestadores de serviço agora mesmo!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Recomendado só para você
3 aspectos da gestão financeira que a maioria dos prestadores…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Open chat