Prestadores de serviços podem optar pelo Simples Nacional?

Prestadores de serviços podem optar pelo Simples Nacional?

Compartilhe nas redes!

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on email

Prestadores de serviços podem optar pelo Simples Nacional como regime tributário?

Se você é um prestador de serviços mas ainda não sabe ao certo se o Simples Nacional é elegível para o seu negócio, chegou a hora de descobrir!

Para ser um prestador de serviços atualmente, não basta apenas saber sobre a sua atividade exercida no mercado, pois se o seu objetivo é aumentar o faturamento e seguir com o seu espaço entre os concorrentes, é necessário pensar como um empreendedor.

Sendo assim, os empreendedores prestadores de serviços estão cada vez mais conquistando espaço no mercado, o que, consequentemente, acarreta em mudanças na legislação para que eles sejam englobados de forma que ambas as partes, governo e empresários, sejam beneficiadas.

Portanto, de uns anos para cá, o Simples Nacional foi uma solução que revolucionou o cenário empresarial, regulamentando mais pessoas, facilitando a legislação e a conformidade de quem é incluído por ela.

Mas, antes de se lançar em direção ao novo, é necessário entendê-lo e, então, verificar se, no seu caso em específico, essa solução é vantajosa ou não.

Tendo isso em vista, fique conosco até o final deste artigo e descubra mais sobre o Simples Nacional e a relação dele com os prestadores de serviços!

Boa leitura!

Prestadores de serviços podem optar pelo Simples Nacional como regime tributário?

De uma maneira geral, o Simples Nacional abrange a maioria dos pequenos e até médios empresários do cenário brasileiro, então, os prestadores de serviço, em sua maioria, podem optar por esse regime tributário.

Contudo, a depender da área de atuação do empreendedor, principalmente se a sua atividade estiver relacionada à intelectualidade, não é possível optar pelo Simples Nacional, tendo isso em vista, é necessário sempre consultar os trabalhos que são contemplados por esse regime tributário.

Por que o Simples Nacional é uma alternativa atrativa para os prestadores de serviços?

Como citamos, o Simples não é apenas mais um regime tributário, pois ele foi criado justamente para facilitar a vida dos pequenos empreendedores e ainda mais os prestadores de serviço, o que acarreta e uma maior abertura e até mesmo liberdade para os empreendedores estarem regularizados sem ter que passar por diversos processos burocráticos.

Além disso, o maior trunfo para a maioria dos prestadores de serviços é a DAS, Documento de Arrecadação do Simples Nacional, uma única guia que comporta todos os impostos, facilitando o pagamento e, consequentemente, o recolhimento dos tributos.

Mas antes de tomar qualquer decisão, fale com um contador especializado!

Apesar do Simples ser uma maneira, assim como  o nome sugere, simplificada de empreender, ele ainda é uma legislação repleta de regras e “poréns”, o que pode gerar dúvidas nos empreendedores.

Sendo assim, não fique na dúvida e sempre procure a ajuda de um contador especializado em empreendedores que prestam serviços para te ajudar a solucionar os seus problemas e verificar se a sua situação em relação ao Fisco está regular e se ela é, de fato, a melhor circunstância para o seu negócio.

Então, se precisar de ajuda com a sua contabilidade, não hesite em falar como um de nossos especialistas em contabilidade para prestadores de serviços!

Basta clicar no botão verde que aparece no canto inferior direito da sua tela e falar com nossos especialistas!

Compartilhe nas redes:

Share on facebook
Facebook
Share on twitter
Twitter
Share on pinterest
Pinterest
Share on linkedin
LinkedIn

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja também

Posts Relacionados

Recomendado só para você
6 tópicos que não podem faltar no seu contrato de…
Cresta Posts Box by CP
Back To Top
Open chat