3 indicadores financeiros que falam muito sobre a sua empresa

indicadores financeiros

Compartilhe nas redes!

Os indicadores financeiros são os principais instrumentos para avaliar a saúde financeira das empresas, servindo, também, como alertas para possíveis melhorias.

E muito se engana aquele empreendedor que despreza o poder dos indicadores financeiros, na falsa crença de que eles só são úteis para as grandes multinacionais.

Por isso, não deixe de conferir, neste post, os principais indicadores financeiros e como eles podem ajudá-lo a gerir melhor o seu negócio. Faça bom proveito!

1 – Indicadores financeiros de rentabilidade

Os indicadores financeiros de rentabilidade viabilizam a análise dos lucros das empresas, assim, demonstrando o seu potencial de gerar retorno financeiro.

Neste caso, alguns indicadores financeiros de rentabilidade devem ser prioridade no momento de avaliar o desempenho econômico da organização, sendo eles:

ROI – Return Over Investment; que em português significa “Retorno Sobre o Investimento”. Ou seja, ele aponta se o valor investido está sendo compensado.

ROI = Ganhos – Valor investido x 100.

ROE – Return On Equity; que em português significa “Retorno Sobre o Patrimônio Líquido”, e indica se a empresa é rentável.

Portanto, quanto mais alto for o índice do ROE, melhor, pois isso indica o nível de eficiência da empresa.

ROE = Lucro líquido / Patrimônio líquido x 100.

Margem líquida; que indica o percentual de lucro líquido obtido comparado à receita total.

Margem líquida = Lucro líquido / Receita total x 100.

Margem bruta; indicando a porcentagem de ganhos sobre cada venda.

Margem bruta = Lucro bruto / Receita total x 100.

Margem EBITDA; medindo a capacidade que a empresa possui para conseguir gerar recursos por meio de suas atividades operacionais.

Margem EBITDA = EBITDA / Receita total x 100.

2 – Indicadores financeiros de endividamento

Os indicadores financeiros de endividamento dão um panorama sobre o tempo necessário para a empresa quitar suas dívidas caso o EBITDA seja constante.

Neste caso, podem ser utilizadas diversas fórmulas, sendo a principal:

Dívida Líquida / EBITDA.

3 – Indicadores financeiros de liquidez

Os indicadores financeiros de liquidez subdividem-se em quatro tipos de cálculos, distinguindo-se entre si quanto ao modelo de prazo e capacidade de pagamento.

Índice de liquidez corrente = Ativo Circulante / Passivo Circulante.

O resultado precisa ser acima de 1 para indicar que a empresa possui recursos para pagar suas dívidas no curto prazo.

Índice de liquidez seca cujo cálculo leva em conta o estoque, sendo a fórmula:

Liquidez seca = (Ativo circulante – estoque) / Passivo circulante.

O resultado também precisa ser acima de 1 para indicar que a empresa possui capital e obrigações equivalentes.

Índice de liquidez imediata é a métrica que demonstra a capacidade de pagamento de dívidas imediatas, em casos de emergência.

Índice de liquidez imediata = Disponibilidade / Passivo circulante.

Quando o resultado é igual a 1, isso indica que a empresa possui recursos em caixa, bancos, aplicações financeiras com liquidez equivalentes às obrigações.

Índice de liquidez geral é a métrica que avalia o valor do balanço patrimonial da empresa ao longo dos anos.

Liquidez geral = (Ativo Circulante + Realizável a longo prazo) / (Passivo circulante + Não circulante).

Caso o resultado seja igual a 1, isso indica que há equivalência entres os ativos e as obrigações da empresa.

Fonte: Blog XP Investimentos

Classifique nosso artigo post

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Veja também

Posts Relacionados

Recomendado só para você
Identificar o melhor regime tributário para comércio envolve a análise…