Planejamento tributário: é tudo o que falam por aí?

Planejamento Tributario

Compartilhe nas redes!

Descubra se o planejamento tributário é uma necessidade da sua empresa ou mais uma promessa vazia para ganhar dinheiro à custa do seu negócio!

Você já deve ter ouvido falar do planejamento tributário, mas ele realmente é tudo isso que dizem por aí?

Promessas são compromissos, e quando uma pessoa o faz a outra é porque, independente do que tenha sido combinado, será realizado.

Mas… sabemos que isso nem sempre é verdade, não é mesmo?

Infelizmente, nem toda vez que alguém lhe promete algo, esse acordo é honrado e, quando falamos da perspectiva de um empreendedor, o que mais há por aí são promessas.

Desde as mais sutis às mais ousadas, todos cercam os empresários para conseguir ganhar dinheiro, contudo, a entrega “já são outros quinhentos”, e nem sempre o que se promete é cumprido, o que causa uma grande dor de cabeça em qualquer empreendedor.

Agora, nós sabemos que você não quer perder dinheiro e quer investir corretamente o seu dinheiro, certo?

Por isso, vamos abordar um assunto que é muito discutido e apresentado para empreendedores — como você — como uma solução milagrosa, capaz de tirar o seu negócio de qualquer “fundo de poço” existente: o planejamento tributário.

Hoje, vamos ser claros com você e dizer a verdade sobre esse conceito bem conhecido.

Boa leitura!

O que é o planejamento tributário?

Vamos “começar pelo começo” e esclarecer o que é o conceito que abordaremos.

O planejamento tributário é um processo que, através de estudos sobre a sua empresa e sobre as leis vigentes, busca diminuir ao máximo a sua carga tributária o que, em outras palavras, significa: encontrar o caminho certo para pagar o mínimo de imposto possível.

E não precisa se preocupar, pois esse procedimento é totalmente legal, pois ele busca vias legais para encontrar formas de pagar menos impostos.

Todas as empresas podem fazer o planejamento tributário?

Agora, será que você e sua empresa podem fazer o planejamento tributário?

Bom, na verdade, não existe nenhum “tempo mínimo” para realizar essa avaliação, portanto, é possível realizar esse procedimento até mesmo na abertura da sua empresa.

Mas é importante lembrar que, assim como o seu negócio muda e cresce ao longo do tempo, refazer essa avaliação é crucial para continuar pagando o mínimo possível e para que a sua empresa não falte para com nenhum compromisso em relação ao Fisco.

Veredito: o planejamento tributário é tudo isso que lhe prometem?

Como já deixamos claro aqui, o planejamento tributário não faz mágica, muito pelo contrário, a execução dele se dá a partir de muito estudo e a partir da apresentação de dados concretos para o seu crescimento.

Portanto, no final das contas, depende não apenas da sua situação e das particularidades da sua empresa, mas, também, da análise minuciosa dos profissionais por trás do plano para a redução de impostos.

No final das contas,  tudo depende, afinal, não é algo que se possa garantir que lhe trará um retorno — talvez você já pague o mínimo possível, a única coisa que essa análise resultaria seria na confirmação dessa situação.

Contudo, algo que você pode garantir é estar amparado por profissionais tão comprometidos com o seu sucesso quanto você!

E nós, da Carvalló, temos profissionais empenhados em trazer resultados reais a você e ir além da mera promessa!

Então, não hesite em clicar no botão verde no canto inferior direito da sua tela e falar com um de nossos especialistas!

Estamos te esperando!

Classifique nosso artigo post

Compartilhe nas redes:

Facebook
Twitter
Pinterest
LinkedIn
Veja também

Posts Relacionados

prazo para emitir nota fiscal

Tem prazo para emitir nota fiscal?

Não há prazo para emitir nota fiscal, ao menos não está definido na lei fiscal vigente. No entanto, o consumidor tem direito a solicitá-la dentro do prazo de cinco anos. E apesar de não haver prazo determinado em lei para

Certidão de regularidade fiscal

Como emitir a Certidão de Regularidade Fiscal?

Para emitir a Certidão de Regularidade Fiscal não pode haver nenhuma pendência relativa aos tributos federais e à Dívida Ativa da União em nome do contribuinte. Todavia, quando há irregularidades, o prazo para conseguir emitir a CND pode levar até

Certidão Negativa de Débitos

O que é Certidão Negativa de Débitos?

A Certidão Negativa de Débitos – CND é o documento que comprova a regularidade fiscal perante a Fazenda Nacional para quaisquer fins. Tal certidão é expedida por órgãos fiscalizadores e de forma conjunta pela Secretaria Especial da Receita Federal do

livros contábeis

Quais são os principais tipos de livros contábeis?

Os principais tipos de livros contábeis variam de empresa para empresa, visto que a escrituração contábil e fiscal de cada uma está condicionada ao seu regime tributário. No entanto, alguns livros contábeis são comuns a todas as pessoas jurídicas, como

ecd

O que é ECD?

A ECD – Escrituração Contábil Digital é a versão digital da escrituração contábil, uma vez que faz parte do Sistema Público de Escrituração Digital – SPED. Sendo o SPED um projeto do governo que tem por objetivo promover a substituição

Recomendado só para você
Contabilidade Em Altamira: É Possível Abrir E Manter Uma Empresa…
Quer trocar de contador?